e depois ? [forgotten e a história do inevitável]

O amor é o amor — e depois?!  Vamos ficar os dois  a imaginar, a imaginar?…  O meu peito contra o teu peito,  cortando o mar, cortando o ar.  Num leito  há todo o espaço para amar!  Na nossa carne estamos  sem destino, sem medo, sem pudor  e trocamos — somos um? somos dois?  espírito […]

caberá uma vida inteira num par de horas?

Luminous [like our love] : radiating or reflecting light; shining; bright. Hoje era o dia. Era preciso escolher. Mas tu sabes, conheces-me, sabes como tenho sempre de sentir tudo inequivocamente. Sabes como as escolhas, as decisões têm de ser validadas pela espontaneidade e empurradas pelo inesperado. Dou mais importância a um raio de luz do que a exercícios mentais complexos. […]

dez.a.nove.de.a.gosto[de ti].de.2000.e.quarto.zz.

“Para ti, meu amor Apetece-me escrever para ti. Escrever que te amo. Escrever que não existem palavras que possam descrever o que sinto. Dizer-te que aqueles 2 dias foram dos melhores da minha vida é algo que à distância dos 2 dias que passaram parece-me tão pouco, tão redutor. Aqueles 2 dias foram o corolário de […]