voltar

Cheguei ontem, as saudades eram tantas que corpo quase não as podia suportar. A vida tinha ficado em suspenso e os dias passaram uns atrás do outros sem grande sentido. Apenas assim. Uns a seguir aos outros. Finalmente acabou e a sessão do regresso foi indescritível. 

Voltar. Sim, voltar… Voltar a respirar, voltar a ver, voltar a sentir outra vez… 

Voltar a viver.
E depois… Depois aconteceu uma das noites mais belas que já vivi.
Haverá maior sentido na vida do que este. 
Estar sempre aqui?
Tenho a certeza que não.